Translate

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Paradela - Sever do Vouga - Aveiro

 Ruínas da antiga Fábrica de Massas Alimentícias Vouga. Eram assim, até começarem a ser  recuperadas por volta de 2010.

Fotografia retirada do http://daraopedal.blogs.sapo.pt/



 Hoje estas antigas instalações estão convertidas no Parque Tecnológico e de Inovação, o Vouga Park, que funciona como um pólo de formação nas áreas da metalomecânica e da metalurgia. Em baixo uma perspetiva do edifício renovado, podendo-se ver nas fachadas, os painéis de azulejo razão de ser deste post.

Na fachada principal um sóbrio painel de azulejos publicita o que ali se produz.





Na fachada lateral, uma simpática cozinheira concebida com os diferentes tipos de massa "serve-nos" a marca. As duas espigas são uma alusão à matéria prima.


4 comentários:

  1. Este seu post tem o sabor daqueles antigos anúncios da RTP, que passavam anos a fio, como o da pasta medicinal Couto ou do Restaurador Olex.

    O painel de azulejos é uma graça, mas ao mesmo tempo ficamos um bocadinho tristes, porque parece que toda a nossa indústria foi varrida do mapa. Pelo menos neste caso, houve alguém que teve o bom gosto de reaproveitar o edifício, salvaguardando um bom exemplar da arquitectura industrial e da azulejaria publicitária.

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim Luís, sei do que fala e tenho uma vaga ideia desses anúncios pois, como sabe, por essa altura, talvez década sessenta, eu não vivia cá.Mas este painel deve ser dessa mesma época e também desta marca Vouga, não tenho memória, apesar do meu pouco tempo passado em Portugal ser por ali perto, em Vale de Cambra.Dali só me recordo da fábrica de lacticínios Martins & Rebelo industria pujante, à época, mas que para não destoar do panorama geral também já desapareceu. Este painel tem qualquer coisa de ingénuo que me encanta.A expressão da cozinheira vale mil palavras :) Foi uma grande obra esta, a da recuperação desta unidade fabril e não se ficaram por aqui. Recuperam também a antiga linha do Vouga, transformando-a numa ciclo via fantástica com uma paisagem maravilhosa.O inicio do percurso faz-se precisamente em frente a estas instalações. Muito interessante o que se vai fazendo em pequenas terras do interior. Beijos e bom fim de semana.

      Eliminar
  2. Queridos amigos e amigas.
    Ando cuidando da saúde e de tentos afazeres que não nos deixam, mesmo quando precisamos tanto sossegar. Mas é a nossa vida.
    Por isso sem o devido tempo para as postagens dos amigos e sem ânimo e motivação para as próprias.
    Mas estou recomeçando com uma postagem de Cerâmica Portuguesa. Talvez Bordalo.
    Então voltarei aqui, se a Providência o permitir, para uma visita agradável e com o devido olhar e atenção que cada postagem de vocês merece.
    Até.
    Um abraço.
    ab

    ResponderEliminar
  3. Caro Amaríldo
    A saúde em primeiro, os afazeres a seguir. Os amigos estarão sempre por aqui, prontos a ver as coisas bonitas a que já nos habituou.
    Acho boa ideia essa, a de nos mostrar as suas peças Bordalo. Tenho algumas mas todas atuais e utilitárias. Houve uma altura que me perdi com essas loiças. Não resistia às tigelas em forma de meloas ou couve :)
    Um abraço

    ResponderEliminar